domingo, abril 20, 2014

Inscrições para as 220 de aluno-oficial da Polícia Militar terminam no dia 30

A Polícia Militar abriu concurso para preencher 220 vagas de aluno-oficial. As inscrições estão abertas, exclusivamente pela internet, pelo site da Vunesp e vão até 30 de abril. 

Os aprovados farão o curso superior de Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, um dos mais concorridos do Estado. De acordo com o edital, o salário inicial é de R$ 2.663,50.

Para concorrer, é necessário ter concluído o Ensino Médio, ser brasileiro, ter no máximo 26 anos, estar em dia com as obrigações eleitorais e com serviço militar e não possuir antecedentes criminais. 

Os homens devem ter no mínimo 1,65 m de altura, e as mulheres 1,60. A taxa de inscrição é R$ 130.

Provas

Os candidatos serão avaliados em prova escrita, com 80 questões objetivas de alternativa, e redação. Serão submetidos à avaliação de condicionamento físico, exames de saúde e psicológicos, além de passar por um processo de investigação social e análise de documentos e títulos.

O curso

Após aprovados, os alunos-oficiais passam por aproximadamente três anos de formação na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), na zona norte da Capital.

São aplicadas diversas disciplinas como Polícia Comunitária, Direitos Humanos, Inteligência Policial, Noções de Polícia Científica, entre outras.

A formação tem o objetivo de capacitá-los para o exercício de comando e gestão das atividades de polícia ostensiva, preservação da ordem pública, defesa civil e territorial. O curso inclui estágio de observação de ações policiais.

Após a conclusão, os cadetes se tornam aspirantes a oficiais e passam por estágio de seis meses acompanhando unidades de patrulha das regiões em que vão atuar. Depois desse período, se tornam 2º tenentes.
 
Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

Cópias do “Antologia Poética” com obras dos poetas participantes do Concurso Nhô Bento ainda podem ser retirados na Sectur



 A Secretaria de Cultura e Turismo de São Sebastião informa a todos os participantes das edições passadas do Concurso Cultural de Poesias Nhô Bento, que exemplares do livro “Antologia Poética” estão disponíveis para os autores.

A secretaria lembra aos participantes que 30 autores ainda não retiraram sua cópia. Cada participante teve direito a um exemplar  e alguns deles ainda não retiraram com a organizadora do concurso, a autora sebastianense Maria Angélica.

Poetas com direito a uma cópia do livro

  • Adriana Teresa Romão
  • Alessandra Pereira Arruda
  • Eloisa Fernanda Santana de Oliveira
  • Fernando Godoy Moreira Fernandes
  • Gerson Cláudio Fukner Rosa
  • Juciara Ramira dos Santos
  • Ketley  Fonseca Cardoso
  • Mauro Pereira de Araújo
  • Paulo Henrique dos Santos
  • Vânia Aparecida Bazatto
  • Carlos Alberto de Araújo Marques
  • Felipe dos Santos
  • Gustavo Lopes da Costa
  • Igor de Lima Santos
  • Keren Luiza Ramos dos Santos
  • Luiz Gerônimo da Silva Filho
  • Maria Emília Barros de Ávila
  • Roberto Luiz da Silva
  • Vinicius Augusto Tank de Oliveira
  • Antônio da Silva Rebello
  • Carlos Adalberto Inácio de Lima
  • Caroline de Matos
  • Eli Rodrigues de Moraes
  • Luzineti Aparecida Nunes Espinha
  • Margarida Figueiredo dos Santos
  • André Telucazu Kondo
  • Aparecida de Oliveira
  • Jussara Gomes da Silva
  • Rodolfo Avramidis Correia
  • Thais Matos Pinheiro


Serviço: Os poetas podem entrar em contato com a responsável pelo telefone (12) 3892-3173.
Fonte: PMSS

sábado, abril 19, 2014

Presidente da Petrobras esclarece compra da refinaria de Pasadena

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, esclareceu na terça-feira (15/4), em audiência pública conjunta da Comissão de Assuntos Econômicos e da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado Federal, detalhes sobre a aquisição da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Sobre os valores envolvidos no negócio, foram desembolsados US$ 554 milhões com a compra de 100% das ações da PRSI-Refinaria e US$ 341 milhões por 100% das quotas da companhia de trading (comercializadora de petróleo e derivados), totalizando US$ 895 milhões.
Foto: Agência Petrobras
Adicionalmente, houve o gasto de US$ 354 milhões com juros, empréstimos e garantias, despesas legais e complemento do acordo com a Astra. Desta forma, o total desembolsado com o negócio Pasadena foi de US$ 1,249 bilhão.

Graça Foster explicou ainda que a Comissão de Apuração Interna instaurada em março pela Companhia para apurar os processos de compra da refinaria, apurou, até o momento, que a Astra não desembolsou apenas US$ 42,5 milhões pela refinaria, como tem sido noticiado, mas sim um valor estimado em US$ 360 milhões, sendo US$ 248 milhões pela refinaria e estoques mais US$ 112 milhões de investimentos realizados antes da venda à Petrobras.

Cronologia

A presidente apresentou uma cronologia das negociações. Graça Foster explicou que o Conselho de Administração da Petrobras aprovou em 2006 a compra de 50% de participação em Pasadena, pelo valor de US$ 359 milhões, e que a análise dos dados na época demonstrava que tratava-se de um bom negócio, alinhado ao planejamento estratégico vigente. Graça Foster acrescentou que as margens de refino naquele momento eram altas e que processar petróleo pesado do campo de Marlim e transformá-lo em derivados (produtos de maior valor agregado) permitiria à companhia capturar melhores margens, estratégia esta respaldada por duas consultorias de renome. “Pasadena é uma refinaria de 100 mil barris por dia, está localizada num dos principais hubs de petróleo e derivados nos Estados Unidos, um dos maiores mercados mundiais de derivados, está num local onde varias refinarias têm um conjunto de operações, favorecendo essa movimentação de carga e a parceria entre refinadores.”, ressaltou.

Graça confirmou que o resumo executivo apresentado ao Conselho de Administração naquela ocasião não citava as cláusulas de “Put Option” e “Marlim”. “Não havia menção às duas cláusulas, extremamente importantes neste negócio. Não houve citação, nem intenção manifestada, da compra dos 50% remanescentes da refinaria de Pasadena”, esclareceu.

A partir de 2007, houve desentendimentos entre os sócios em relação à gestão da refinaria e, em dezembro daquele ano, a Petrobras firmou com a Astra uma carta de intenções para a compra dos outros 50%. Em março de 2008, a diretoria da Petrobras submeteu a proposta de compra ao Conselho de Administração, que não a autorizou. A Astra exerceu sua opção de venda (put option) e a Petrobras assumiu o controle da integralidade da refinaria ainda em 2008. Em 2012, houve uma negociação final entre as partes, classificada pela presidente como “completa e definitiva”.

Desde 2006, ressalvou a presidente, houve diversas alterações no cenário econômico e do mercado de petróleo, tanto brasileiro quanto mundial, como a crise econômica de 2008, que reduziu as margens de refino e o consumo de derivados, e a descoberta do pré-sal, levando a Companhia a rever suas prioridades. Assim, o negócio originalmente concebido transformou-se em um empreendimento de baixo retorno sobre o capital investido, que totalizou US$ 1,249 bilhão.

Controle interno e externo


A presidente informou que a companhia é fiscalizada e colabora com os órgãos de controle como o TCU, a CGU e o Ministério Público. Desde novembro de 2012, foram 16 solicitações do TCU e 5 da CGU, todas respondidas. Sobre a Comissão Interna de Apuração criada em 24 de março, a presidente Graça Foster informou que suas conclusões deverão ser apresentadas nos próximos 30 dias.

Crescimento em reservas, produção e capacidade de refino


A presidente apresentou números que demonstram que a Petrobras está bem posicionada no mercado de energia quando comparada com outras grandes companhias do setor. "Pelo 22º ano consecutivo, nós temos descoberto mais do que produzido. Isso é muito significativo em termos de segurança energética e rentabilidade para o Brasil e para a companhia", ressaltou.

A projeção para o futuro é de crescimento na produção. “Nossa produção é crescente, nós vamos atingir os 4,2 milhões de barris de petróleo por dia em 2020", informou a presidente, acrescentando que em 2014 a produção subirá 7,5%. "Concluímos nove unidades de produção em 2013. Não conheço nenhuma empresa de petróleo que tenha feito isso no mundo", comparou a presidente.

O crescimento da produção de petróleo, a entrada em operação das novas refinarias e a convergência dos preços no Brasil com as referências internacionais, conforme a política de preços de diesel e gasolina, permitirão que a companhia tenha fluxo de caixa livre a partir de 2015, iniciando a trajetória de redução do seu endividamento.

Fonte: Agência Petrobras 

Vereadores e população de Ilhabela cobram melhorias à Dersa


A Câmara realizou na noite desta quarta-feira (16/4) a audiência pública sobre o Sistema de Travessia de Balsas entre Ilhabela e São Sebastião. A discussão contou com a presença de todos os vereadores da Casa, do prefeito Antônio Colucci, do Diretor de Operações da Dersa, João Henrique Poiani, do delegado da Capitania dos Portos, Marcelo Sá e mais de 100 munícipes e usuários da balsa.
Giulia Pacheco/CMI

A população cobrou providências à Dersa quanto aos constantes atrasos e filas, estado das embarcações, capacitação dos funcionários e principalmente o tratamento dado aos pedestres. Munícipes relataram casos de desrespeito dos funcionários com os usuários. O diretor da Dersa foi questionado devido às áreas de espera reservadas aos pedestres, que, de acordo com moradores, são de condições sub-humanas. Os moradores ainda propuseram à empresa a disponibilização de lanchas para transportar os pedestres, como é feito na travessia Santos-Guarujá.

Um dos problemas dos usuários também é a limitação de pessoas na embarcação, o que ultimamente vem causando vários transtornos para a população.

O delegado da Capitania dos Portos esclareceu que a limitação de pedestres na balsa é uma questão de segurança e que a embarcação não pode fazer o transporte com excesso de pedestres. Marcelo Sá sugeriu que a frequência das balsas seja aumentada.

Questionado, o diretor de operações acredita ter resolvido o problema dos estudantes. “Fomos procurados por uma comitiva e disponibilizamos duas embarcações para os horários de pico”, assegura. De acordo com Poiani, a Dersa já vem trabalhando em melhorias, como a reforma das balsas. Sobre a travessia dos pedestres com lanchas, o diretor revela que não é uma solução tão simples, já que envolve as duas cidades, Ilhabela e São Sebastião. João Poiani ainda se responsabilizou em atender algumas solicitações feitas na audiência, como a melhora na área de espera reservada aos pedestres. Poiani ainda garantiu que, no feriado de Páscoa, seis balsas irão funcionar para atender a demanda.

Preocupado, o vereador de São Sebastião, Edivaldo Pereira, o Teimoso, também participou da audiência e se solidarizou à situação dos munícipes, que segundo ele é inaceitável.

Para os vereadores ilhéus, a precariedade do serviço da Dersa é eminente. O vereador Carlos Alberto, Carlinhos (PMDB), autor do requerimento que propôs a audiência, sugeriu a implantação de uma balsa maior para comportar todos os pedestres, com um número maior de coletes salva-vidas. Carlinhos também fez críticas devido aos problemas vivenciados por munícipes, também presenciados por ele. “Nós vamos cobrar as reivindicações que fizemos aqui, pois está tudo registrado”, afirma.

Munícipes e vereadores concordaram em cobrar novamente à Dersa, caso soluções e melhorias não sejam realizadas.

Assembleia

Os vereadores de Ilhabela estiveram na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo também para uma audiência pública sobre a travessia, nesta terça-feira (15/4). O debate foi realizado pelos deputados da Comissão de Transportes, com a presença do diretor-presidente da Dersa, Laurence Casagrande.

Na ocasião, Laurence apresentou os diversos projetos da empresa, incluindo o túnel submerso de Santos-Guarujá, mas a travessia entre Ilhabela e São Sebastião foi excluída dos atuais trabalhos da Dersa. Já o diretor de Operações, João Poiani, mostrou estatísticas que revelam que o desempenho operacional de travessias em Ilhabela é o segundo maior realizado pela Dersa e que a operação ainda tem um déficit de 25% da receita e dos custos, porém os dados apresentados são de 2012.

Representando a Câmara, o vereador Sampaio Junior (PROS) se manifestou contra o serviço prestado pela Dersa e defendeu os munícipes prejudicados pelo serviço oferecido pela empresa, como os estudantes e trabalhadores que enfrentam problemas diários com a balsa. Sampaio também explicou que a principal fonte de economia local é o turismo, e que a balsa é o único meio que liga o arquipélago ao continente, portanto a travessia é essencial tanto para os turistas quanto os moradores.

A vereadora Dra. Rita Gomes (PTdoB) cobrou medidas urgentes no sistema de travessias. “Os problemas nós já conhecemos, queremos soluções”.

Munícipes também estiveram presentes na audiência e demonstraram o descontentamento e a insatisfação da população com a Dersa. Os deputados da Comissão de Transportes se posicionaram favoráveis e se solidarizaram ao anseio dos usuários da balsa. Para o deputado Gerson Bittencourt, a medidas necessárias têm de ser tomadas com grau de rapidez e praticidade, pois, de acordo com ele, a situação é inadmissível.
Fonte:

sexta-feira, abril 18, 2014

Sinfonia à Beira Mar tem programação no feriado

  O projeto Sinfonia à Beira Mar retorna neste feriado prolongado com três atrações na Martim de Sá e Prainha. As apresentações musicais serão realizadas no sábado (19/4/2014), às 18h, e no domingo (20), às 20h. A entrada é franca.

Os músicos Zé Maria, Gerard Scher e a cantora Taty Maleski se revezam nas praias. Zé Maria executa clássicos da Bossa Nova e do Samba. Scher apresenta música clássica, erudita, MPB e música internacional. Taty canta MPB e Bossa Nova, acompanhada ao violão por um músico.
O projeto Sinfonia à Beira Mar é uma iniciativa do Governo Municipal, por meio da secretaria de Turismo.

Programação
 
Sáb (19), às 18h
Maestro Zé Maria
Praia Martim de Sá (próximo ao Quiosque Canto Bravo)

Gerard Scher
Prainha (Boulevard Getúlio Vargas Navarro Magalhães)

Dom (20), às 20h
Gerard Scher
Praia Martim de Sá (próximo ao Quiosque Canto Bravo)

Taty Maleski
Prainha (Boulevard Getúlio Vargas Navarro Magalhães)

Fonte: PMC

quinta-feira, abril 17, 2014

Encenação da Paixão de Cristo é atração nesta sexta em Caraguá

A Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba e o Governo Municipal promovem nesta sexta-feira (18/4), às 21h, mais uma tradicional encenação da Paixão de Cristo, na Praça de Eventos, no Centro da cidade. 

Foto: JC Curtis/Fundacc
Considerado o maior espetáculo ao ar livre do litoral norte paulista, neste ano chega à sua 7ª edição e conta com a participação de cerca de 120 pessoas no elenco, entre atores da região e apaixonados pela arte e pelas mais valorosas passagens bíblicas para os cristãos.
Com 2 horas de duração, a encenação reproduz em cinco palcos os últimos cinco dias de Jesus Cristo na Terra, com destaque para sua entrada triunfal em Jerusalém na semana da Páscoa Judaica, os tumultos que sua presença causou ao redor do Templo Sagrado, os conflitos com os Fariseus, a última ceia, a traição, a prisão, o julgamento, a flagelação, a crucificação e a ressurreição. Para abrilhantar ainda mais a apresentação, o público poderá participar levando e acendendo velas brancas. 

A encenação da Paixão de Cristo integra a programação de aniversário de Caraguatatuba, que no dia 20 de abril, completa 157 anos de emancipação político-administrativa. O evento tem entrada franca e é aberto ao público. A classificação é livre. Mais informações: (12) 3897.5661 ou www.fundacc.com.br

Fonte: Fundacc

segunda-feira, abril 14, 2014

Audiência Pública com a Dersa será na próxima quarta


A audiência pública para discutir o sistema de travessia de balsas no arquipélago será realizada na próxima quarta-feira (16/4), às 18h30, na Câmara de Ilhabela. O debate que estava previsto para 26/3 foi adiado pela ausência da Dersa.

Desta vez, o presidente da Dersa, Laurence Casagrande, confirmou a presença de um representante na audiência remarcada. A nova data foi marcada pelos vereadores, levando em consideração a disponibilidade da empresa.

Alguns episódios recentes vêm causando indignação nos munícipes. Os usuários do serviço da Dersa têm apresentado diversas reclamações, como atrasos constantes, alto custo das tarifas, grandes filas de espera, má conservação das embarcações, além do pequeno espaço reservado aos pedestres.

A discussão sobre a travessia foi proposta, por meio de requerimento, pelo vereador Carlos Alberto, Carlinhos (PMDB), e aprovada por todos os pares. “Esperamos que agora o debate se realize, pois a audiência é um anseio, não só do Legislativo, mas também da população”, argumenta Carlinhos.

Fonte: CMI

domingo, abril 13, 2014

Manu recebe título de cidadão Caraguatatubense



Em sessão solene realizada na noite da última sexta-feira, 11 de abril, no Plenário Benedito Zacarias Arouca, na Câmara Municipal, foi concedido o título de cidadão caraguatatubense ao Senhor Manoel Vicente da Silva, conhecido como “Manu”, pelos relevantes serviços prestados ao município de Caraguatatuba.

Foto: CMC
A honraria foi entregue pelo vereador Elizeu Onofre da Silva (Ceará), autor do decreto legislativo 241, de 26 de novembro de 2013. Em seu discurso, o parlamentar agradeceu o homenageado pelo trabalho que realiza como responsável pela merenda escolar em unidades de ensino municipal e estadual em Caraguatatuba.

“O ‘Manu’ é uma pessoa que tem uma responsabilidade muito grande no município. Ele tem uma imensa influência em muitos lares de Caraguá. São milhares de crianças que são alimentadas sobre sua supervisão. Fico muito feliz em conceder esse título a esse grande homem. Peço que ele siga com o lindo trabalho que realiza, sempre com muito carinho e comprometimento”, discursou Ceará.

O plenário esteve lotado de familiares, amigos e colegas de trabalho. O vereador Oswaldo Pimenta de Melo Neto (China) parabenizou “Manu”. “Fiz questão de estar presente nessa solenidade. É com muita alegria que a Câmara concede o título de cidadão caraguatatubense a você, ‘Manu’. Parabéns”, disse China.

Um vídeo com depoimentos e imagens foi passado durante a sessão solene e emocionou os convidados e o novo cidadão de Caraguá, que chegou a cidade em 1983, com 25 anos.

Natural de Timbaúba, em Pernambuco, “Manu” é filho de João Vicente da Silva e Maria Henrique Silva. Casado com Terezinha Teixeira da Costa Silva, é pai de Ranieri, Rafael, Naiana, Renato, Renan, Tamires e Gabriel.

Sua história em Caraguá começou como comerciante, quando foi proprietário de um Buffet. Logo foi convidado a trabalhar na prefeitura, onde mostrou ser um exímio colaborador e hoje é um dos responsáveis pela alimentação de cerca de 17 mil alunos da rede municipal de ensino e nove mil da rede Estadual.

Técnico em nutrição e dietética pelo SENAC, formou-se cozinheiro pela Escola de Hotelaria, Gastronomia e Turismo "João Dória Jr." Tendo se especializado em alimentação escolar pelo grupo educacional CBES.

“Manu” possui vários cursos de capacitação em alimentação escolar promovidos pelos Sindicatos dos Nutricionistas do Estado e pelo Fórum Nacional de Alimentação Escolar. Foi um dos palestrantes do encontro de Gestores da Alimentação Escolar, que reuniu 25 municípios do Litoral Norte e Vale do Paraíba.

Idealizador do projeto "Acertando os Ponteiros: alimentação certa na hora certa", ele tem ministrado palestras por todo o Estado tendo atuação destacada no 10º Encontro de Gestores da Alimentação Escolar nos municípios de Avaré, Ourinhos, Adamantina e Atibaia.

Em razão do desempenho e brilhante atuação na área de nutrição escolar, se tornou um servidor público exemplar tendo recebido diversas premiações das quais se destacam o prêmio "Gestor Eficiente da Merenda Escolar" conferido pela Presidência da República e o prêmio de "Boas práticas em Alimentação Escolar" do Governo do Estado.
A presente propositura é apresentada como forma de reconhecimento a este servidor público pelo muito que fez a Caraguatatuba e especialmente as crianças.
Fonte: CMC

sexta-feira, abril 11, 2014

Fundação de Saúde de São Sebastião abre concurso público



 Segue até o dia 4 de maio o período de inscrições para o concurso público que visa preencher cerca de 250 vagas na Fundação de Saúde Pública de São Sebastião. As vagas são para cargos de nível fundamental, médio e superior e os salários variam de R$ 820 a R$ 8.211,00 (confira relação abaixo).

As inscrições devem ser feitas diretamente na internet por meio do site www.shdias.com.br  e os valores variam de  R$ 32 a R$ 70 dependendo da vaga pretendida.  O edital completo com as informações está disponível no site da prefeitura  www.saosebastiao.sp.gov.br, ou no Boletim Oficial do Município. As provas deverão ser aplicadas em 18 de maio.

Conforme o edital os candidatos aprovados serão contratados por meio da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O concurso terá a validade de dois anos, a contar da data da homologação de cada emprego, podendo ser prorrogado por igual período.

É importante destacar que os candidatos aprovados somente serão convocados de acordo com as necessidades e disponibilidades  da Fundação.

Criada no final do ano passado a Fundação de Saúde Pública tem o objetivo de, em um primeiro momento, assumir a gestão do programa Estratégia Saúde da Família (ESF). Com isso, São Sebastião torna-se a primeira cidade em todo o Litoral Norte a adotar este sistema de gestão.

A Fundação é uma entidade jurídica sem fins lucrativos de interesse coletivo e utilidade pública com autonomia institucional, gerencial, patrimonial, orçamentária e financeira e que integra a administração indireta do Município.



Ensino Fundamental Incompleto (Alfabetizado)
Vagas  Cargo Vencimentos Jornada Semanal
15 Auxiliar de Serviços Gerais R$ 820,00 40 horas
Valor da Inscrição: R$ 32,00

Ensino Fundamental Completo (8ª Série)
01 Agente Comunitário de Saúde
(abrangência Barra do Sahy)
R$ 980,00  40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Boiçucanga II)
R$ 980,00 40 horas
02 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Boracéia)
R$ 980,00 40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Cambury)
R$ 980,00 40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Centro)
R$ 980,00 40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
Abrangência: Enseada II*
R$ 980,00 40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Itatinga I)
R$ 980,00 40 horas
02 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Itatinga II)
R$ 980,00 40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Jaraguá)
R$ 980,00 40 horas
05 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Juquehy)
R$ 980,00 40 horas
01 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Maresias II)
R$ 980,00 40 horas
02 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Olaria)
R$ 980,00 40 horas
02 Agente Comunitário da Saúde
(abrangência: Pontal)
R$ 980,00 40 horas
04 Motorista R$ 1.350,00 40 horas
15 Recepção R$ 976,00 40 horas
Valor da Inscrição R$ 32,00

Ensino Médio Completo
03 Auxiliar Administrativo R$ 1.200,00 40 horas
30 Auxiliar de Enfermagem da Atenção Básica R$ 1.470,00 40 horas
05 Auxiliar de Saúde Bucal R$ 1.178,00 40 horas
Valor da Inscrição R$ 47,00




Ensino Superior Completo
01 Advogado R$ 3.944,00 40 horas
03 Assistente Social da Atenção Básica R$ 2.900,00 30 horas
01 Contador R$ 3.944,00 40 horas
15 Enfermeiro de Atenção Básica R$ 2.350,00 + gratificação de até 70% do vencimento 40 horas
02 Farmacêutico R$ 3.200,00 40 horas
01 Gestor de Recursos Humanos R$ 3.944,00 40 horas

04

Odontólogo da Atenção Básica
R$ 5.695,00 + gratificação de até 10% do vencimento 40 horas
01 Psicólogo R$ 3.200,00 40 horas




Ensino Superior Completo – Médicos

01

Médico 1 da Atenção Básica (Clínico
Geral/Generalista)
R$ 4.105,50 +
gratificação de até 70% do vencimento

20 horas

01
Médico 1 da Atenção Básica
(Ginecologista)
R$ 4.105,50 +
gratificação de até 70% do vencimento

20 horas
01 Médico 1 da Atenção Básica (Pediatra) R$ 4.105,50 +
gratificação de até 70% do vencimento

20 horas
01 Médico 2 da Atenção Básica (Clínico
Geral/Generalista)
R$ 6.158,25 +
gratificação de até 70% do vencimento

30 horas
01 Médico 2 da Atenção Básica
(Ginecologista)
R$ 6.158,25 +
gratificação de até 70% do vencimento

30 horas
01 Médico 2 da Atenção Básica (Pediatra) R$ 6.158,25 +
gratificação de até 70% do vencimento

30 horas

03
Médico 3 da Atenção Básica (Clínico
Geral/Generalista)
R$ 8.211,00 +
gratificação de até 70% do vencimento

40 horas

01
Médico 3 da Atenção Básica
(Ginecologista)
R$ 8.211,00 +
gratificação de até 70% do vencimento
40 horas





01
Médico 3 da Atenção Básica (Pediatra) R$ 8.211,00 +
gratificação de até 70% do vencimento

40 horas









 Fonte: PMSS